É tudo culpa da física

Minha avó, uma das mulheres mais chiques que conheci, era do tempo em que se usavam camisas de seda e mocassins, e suas unhas estavam sempre impecavelmente pintadas de vermelho escarlate. Filha de um pianista russo, nasceu em São Paulo e lá teria vivido para sempre se um namorado seu não tivesse tido a descortês ideia de batizar no prado uma égua de corrida com seu nome, Riva.

Ofendida, D. Riva, no Rio passando férias, conheceu Dr. Bob um genuíno malandro carioca, nascido em Nova Iorque, que andava de cinto e sapato brancos. Roberto apresentava um diploma de dentista e um frustrado currículo de pugilista, pois fora forçado a abandonar o ringue na Lapa em virtude do nariz avantajado. Diziam que no dia que a Indesejada das Gentes o visitasse, seu caixão não fecharia a tampa por conta da monumental napa.

Roberto – o narigudo vinha de uma dinastia provida de um currículo familiar invejável. Minha bisavó, Dedé, passava os dias lendo e fumando e, de certo, não foi uma das mães mais amorosas de que se tem notícia. Morreu com noventa e uns quebrados. Era uma das primeiras da fila para subir, quando feneceu a irmã, última parenta de sua geração. Dr. Bob foi, cheio de cuidados, comunicar-lhe o óbito. Dedé apenas interrompeu a leitura por alguns segundos e, respondeu: “antes ela do que eu”.

A irmã de Dr. Bob era uma senhorinha bem magrinha, que vivia de casaquinho no verão de 40º do Rio, falava baixinho e tingia os cabelos grisalhos de lilás, moda entre as senhorinhas de então, que também podiam optar pela coloração azul.  Tia Anita era um bibelot, pequena e delicada, mas tinha em seu histórico o falecido tio Kid com quem contraíra núpcias.

Para início de conversa Kid (garoto) era uma alcunha de lutador de boxe. Numa busca rápida na internet encontrei uns poucos apelidos fofos para os esportistas da modalidade, como Gentleman, Mantequilla, Príncipe e Kid Chocolate (seguida da explicação que ele não era nenhum bombom). E uma lista interminável de nomes como: Six Heads, The Executioner, Hands of Stone, Touch of Sleep,Navalha, El Terrible, Ferocious, Lights Out, Pac-Man, The Pazmanian Devil, TNTe The Cinderella Man. Titio Kid não era, digamos, um rapaz fino. O meliante quando não estava de luvas de pugilista, tomava conta de um ferro-velho, do qual era proprietário.

Há um conhecido princípio da alquimia que diz que o semelhante dissolve o semelhante (similia similibus solvuntur). É só botar uma colher de açúcar em um copo d´água para conferir. Os opostos é que se atraem é o que diz minha árvore genealógica. Talvez a regra das partículas de mesmo sinal se repelirem e as de sinais opostos se atraírem sirva para além de sabermos como encaixar as pilhas no controle remoto da TV. Talvez a Física seja mesmo uma ciência exata quando trata de eletricidade e magnetismo e os profissionais da área estão marcando touca, porque bem podiam estar ganhando uma grana extra com mapa astral.

Anúncios

Um comentário sobre “É tudo culpa da física

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s