A Indesejada das gentes

Dias Gomes disse uma vez que Deus era um ótimo dramaturgo, mas um pouco repetitivo, porque todas as suas histórias tinham o mesmo final.

Certa feita estava no parquinho quando uma amiga, que também tinha um filho em idade de cair do escorrega e acreditar que o sobe e desce da vida é apenas um movimento da gangorra, apareceu. Ela vinha com aquele saco plástico da Lojas Americanas que qualquer carioca reconhece a distância. Sentou ao meu lado e na lata soltou: “Sabe o que tem aqui dentro da sacola das Americanas”? Nessa época, não tão remota, não havia crematório no Rio e o serviço precisava ser feito em São Paulo. Quando a urna chegou ela foi buscar as cinzas e com receio do carro ser furtado com “papai dentro” a moça optou por trazê-lo disfarçado para pracinha.

Meu avô Roberto era um homem devoto a tradição. Em domingos de sol era obrigatório o mergulho na praia de Ipanema. Ele rogava para ‘passar dessa para melhor’ em um domingo ensolarado, porque se ele não ia poder ir à praia naquele dia, desejava que mais ninguém fosse.

Fecho com Hebe Camargo e adoraria plagiar na minha lápide sua frase: “Não tenho medo de morrer, tenho peninha”. Já minha prima Miriam e outros desafortunados insones provavelmente vão copiar o epitáfio do acadêmico Humberto de Campos, que ficou famoso como nome de rua no Leblon: “E quem por aqui se afoite / Não faça barulho enorme / Pois essa é a primeira noite / Que Humberto de Campos dorme”. E por falar em acadêmicos, dia desses uma moça que visitava a Academia Brasileira de Letras perguntou se os escritores da Casa eram imortais desde o momento que ingressavam na ABL ou só depois que morriam.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s